fbpx Skip to main content

Você já deve ter ouvido falar sobre a relação de trombose venosa e o uso de anticoncepcional, mas será que é verdade?

Mesmo que as pílulas anticoncepcionais venham evoluindo com o passar dos anos, o risco de uma trombose venosa, apesar de pequeno, ainda está relacionado a altas doses de estrogênio
Na maioria da vezes, a pílula anticoncepcional é composta de progestagênio, um hormônio sintético derivado da progesterona (essencial para o equilíbrio do ciclo ovariano), ou por uma combinação entre progestagênio e estrogênio. Essas medicações são muito conhecidas e eficazes para a prevenção da gravidez, mas também são utilizadas para problemas ginecológicos de outra natureza.

Quem deve evitar tomar a pílula?

Mulheres com histórico de trombose venosa na família, portadores de varizes calibrosas, fumantes, pacientes com enxaqueca frequente, obesas, entre outros fatores.

Agora algumas orientações para prevenção da trombose:

  1. Pratique atividade física regularmente;
  2. Consulte um ginecologista antes de iniciar o uso do anticoncepcional;
  3. Controle do peso corporal;
  4. Controle da hipertensão arterial e diabetes;
  5. Evitar o fumo.

Leia também sobre “Trombose venosa profunda, uma doença potencialmente grave?” ou acompanhe nossas redes sociais (Facebook e Instagram) para mais conteúdos.

Converse com o seu angiologista para entender mais sobre o assunto, ou entre em contato para agendar a sua consulta.

Liliane Correa Ferreira
CRM-DF: 19012
Cirurgiã vascular

Agende agora
Agende agora