fbpx Skip to main content

A trombose venosa profunda é uma doença potencialmente grave, causada pela formação de coágulos no interior das veias profundas. Na maioria das vezes, o trombo se forma nos membros inferiores, em especial nas panturrilhas, mas pode também acometer outras regiões do corpo.

Sintomas de trombose venosa profunda

A trombose venosa profunda pode ser assintomática, mas dentre os sintomas principais estão: inchaço na perna, dor, vermelhidão, rigidez e endurecimento da musculatura na região em que se formou o trombo, geralmente acometendo um único membro.

A complicação mais temida da trombose venosa, a embolia pulmonar, ocorrem em decorrência do desprendimento de um coágulo do vaso onde ocorreu a trombose e esse coagulo migrando pela corrente sanguínea até o pulmão. Conforme o tamanho do coágulo que chega ao pulmão e a extensão da área pulmonar comprometida, as complicações podem ser muito graves e até fatais.

Quais são as causas?

A principal causa da trombose venosa profunda é a imobilidade prolongada, comum em longas viagens, pacientes restritos ao leito durante internações hospitalares ou mesmo após cirurgias. Dentre outras causas, estão as lesões provocadas nas paredes dos vasos e as alterações nos fatores de coagulação do sangue, como as trombofilia.

Os principais fatores de risco são:

  • Predisposição genética;
  • Idade acima de 40 anos;
  • Obesidade;
  • Gravidez e pós-parto;
  • Câncer;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Hormonioterapia;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Traumas;
  • Varizes;
  • Tabagismo;
  • Cirurgias de longa duração;
  • Insuficiência cardíaca e/ou respiratória;
  • Viagens aéreas ou terrestres que obriguem o passageiro a ficar sentado por longos períodos

Diagnóstico

O diagnóstico clínico é estabelecido com base nos sintomas e nos fatores de risco e confirmado por exames de laboratório e de imagem, como o Eco Doppler venoso colorido. Quanto mais precoce o diagnóstico e início do tratamento, maior a possibilidade de resolução do quadro, evitando complicações e sequelas.

Prevenção

Manter o peso corporal dentro dos padrões da normalidade, beber bastante líquido, evitar tabagismo e restringir o consumo de bebidas alcoólicas. Praticar exercícios físicos regularmente são medidas importantes para prevenir a trombose.

Tratamento

O objetivo do tratamento da trombose venosa é evitar a formação de coágulos, ou se eles já se instalaram, devemos promover a sua reabsorção pelo organismo e para isso contamos com os medicamentos anticoagulantes e os fibrinolíticos que ajudam a dissolver os trombos. Em alguns casos podem ser necessária a intervenção cirúrgica.

Recomendações

  • Conheça a doença e esteja atento aos fatores de risco que favorecem a formação de trombos.
  • Não se automedique. Procure imediatamente assistência médica em caso de suspeita da doença
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas e de remédios para dormir durante voos e longas viagens.
  • Use roupas e calçados confortáveis;
  • Movimente-se durante as viagens, evitando longos períodos sentado
  • Use meias elásticas de compressão com prescrição médica.

Dra Ludmila

 

Dra. Ludmila Ferreira
CRM-DF: 24.863
Cirurgiã Vascular

× Agende agora!